Moto-taxi e motofrete

A diretora-geral do Detran, Sawana Carvalho, diz que os cursos de aprendizagem para motofretistas e mototaxistas também são um requisito de segurança:

 “Essa capacitação se junta ao que já é disposto pela resolução nº 356, de 2010, pois dentro da carga horária de trinta horas, os condutores vão receber noções de gestão de riscos sobre duas rodas, uso adequado de equipamentos de segurança, ética e cidadania na atividade profissional”.



Protetores de perna e aparador de linha são alguns dos itens de segurança exigidos pela resolução nº 356/2010. 

A resolução também dispõe que para o exercício da atividade remunerada de transporte de passageiros e cargas em motocicletas é necessário ter 21 anos completos, ter aprovação no curso de capacitação e habilitação há no mínimo dois anos, entre outros requisitos.


O mototaxista Jocileudo Souza considera relevante que os profissionais façam o curso de capacitação. “É importante porque o curso é como uma reciclagem dos conhecimentos. Nós recebemos um cartão no final do curso que comprova que fizemos e também é uma forma de combater o transporte clandestino”.