sábado, 10 de janeiro de 2015

O mundo se encontra em uma situação caótica



A sociedade, durante muito tempo, manteve-se a mesma, conservadora, exigindo que cada pessoa seguisse um exemplo de modo de vida, de atitude. A família era sempre um exemplo de modo de vida, de atitude. A família era sempre formada pelo pai que sustentava a todos e a mãe que cuidava da casa e educava os filhos: vários filhos, que por sua vez não podiam ter opinião diante dos pais. 

As crianças, sempre criativas, construíam seus próprios brinquedos e brincadeiras, usando para isso imaginação e tudo o que estava ao seu alcance. 

O jovem sempre estudando. Se fosse homem estudava para seguir a profissão do pai, e continuar aquilo que ele havia conseguido, se fosse mulher, estudava, mas era educada pela mãe para aprender a cozinhar, arrumar e criar seus filhos. Raras eram as que trabalhavam fora. Normalmente se tornavam professoras. Os jovens que procuravam expressar o que pensavam eram malvistos pela sociedade e muitas vezes reprimidos. As pessoas que tinham coragem de ser diferentes, sair do padrão, começaram a conseguir mudar a sociedade e seu modo de pensar. 

Hoje a sociedade está mais aberta a tudo que é novo e diferente. Com isso tornou-se mais liberal. 

As várias formas de atitude, de se vestir, de falar, de amar, são mais aceitas. A tecnologia proporcionou maior comunicação entre as pessoas, porém trouxe sedentarismo, crianças sem imaginação para brincar e o desemprego, porque nas fábricas as pessoas estão sendo substituídas por máquinas. O desemprego gera pobreza, e a falta de dinheiro faz as pessoas praticarem coisas ruins, gerando violência e mortes. 

A mulher ganhou espaço no mercado de trabalho, abandonando os filhos, já que o marido também trabalha. 

E o que aconteceu com as crianças? Hoje, muitas ficam em casa sozinhas ou com alguém que cuide delas, mas que não consegue substituir o lugar de seus pais. 

O jovem ganhou mais espaço na sociedade, tem a sua vez de falar, de agir. Apesar disso, muitos se envolvem com drogas, talvez por problemas na família, como a separação dos pais. 

Hoje a família está acabando, os casais não procuram mais ter uma família grande, com muitos filhos. Os casamentos não são mais eternos. O amor não é mais prioridade. As doenças como a AIDS aparecem por falta de amor. 

O mundo se encontra em uma situação caótica. Guerra por todos os lados, e por quê? Ganância, sede de poder. As florestas estão acabando, os animais sumindo, os mares e o céu sendo poluídos, a camada de ozônio com um buraco cada vez maior: a falta de amor pela natureza é grande. 

Com todos os esses fatores, como será o nosso futuro? 

Será que a tecnologia tomará conta de tudo? Cientistas trabalharão dia e noite para descobrir como criar a água, como limpar o ar? E a família, será que existirá ou as pessoas não se amarão e vão apenas procriar? 

A busca pelo conhecimento talvez ultrapasse as barreiras e consiga mudar o mundo. As poucas pessoas que ainda viverão normalmente serão raras, talvez nem existam. Mas será que conseguirão fazer com que o mundo volte a ter paz para se viver, para ser feliz? Será que o amor ainda existirá? 

Quando você gostaria de nascer

Se você pudesse escolher, em que geração gostaria de nascer? Na antiga ou na atual?

Cada uma tem suas características, seu grau de evolução e liberdade, suas vantagens e desvantagens.

Antigamente as coisas eram menos evoluídas, a medicina muito mais precária e as informações não chegavam às pessoas. Mas será que evoluir só nos trouxe benefícios?

Com a evolução de certos eletrônicos, as máquinas passaram a ocupar o lugar do Homem, os brinquedos estão dominando a cabeça das crianças e as pessoas estão se tornando cada vez mais materialistas, pois sempre almejam o mais moderno e prático.

A família está muito mais desunida, o pai e a mãe trabalham o dia todo, os filhos são criados pelas babás com pouco amor e atenção. Antes o pai era o responsável pelo sustento da casa, a mulher sequer estudava, cuidava somente do lar e dos filhos, que eram muito mais apegados aos pais. As pessoas eram muito mais religiosas e os casamentos eternos.

Hoje em dia, os casais são mais liberais e já aceitam a separação como uma coisa absolutamente normal. Os pais acolhem a opinião dos filhos e estão lhes dando muito mais liberdade.

As crianças com 6, 7 anos, já possuem celular, computador. Não seria esse um jeito para os pais dividirem a sua responsabilidade? Pois com um celular localizam seus filhos imediatamente. E será que um computador ou jogos modernos e caros substitui o amor? A atenção?

As pessoas estão muito vaidosas, preocupando-se somente com a imagem ao invés de se importarem com os valores reais, seus valores internos.

E agora, será que você já consegue escolher quando gostaria de nascer? Infelizmente essa escolha nós não temos. A próxima geração não escolherá nascer, e realmente eles não merecem sofrer as conseqüências de atitudes erradas que estamos tomando hoje.

Vamos transformar nossos erros e tentar proporcionar um futuro melhor do que aquele que recebemos, para as gerações futuras.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

PARABÉNS MANOPI

Em  08 de janeiro de 2008 às 13:30 chegou a este mundo em que vivemos uma pessoa que mudaria meu vidão né?
"E o foda é que mudou mermo".
 PIERRE DELLA SILVA LINHARES meu primeiro filho, o anjo enviado para me guardar,me trazer de voltar a realidade,me fortalecer e me curar.
Mano pi (pierre) você é o freio da minha moto faço de tudo pra chegar inteiro em casa só pra te abraçar quando tu vem correndo me chamando de pai  e dale um pulão nos meus braços.
Mano pi você é o espelho da minha alma seu choro é o meu, sua raiva é a minha e nossa felicidade é uma só.
Filho que o senhor DEUS ilumine todos os passos de tua vida te guiando pela luz deste sol para que de forma alguma exista escuridão no teu caminho.
Filho onde quer que você vá,saiba que seu se painho te ama.
Filho, que o senhor DEUS te abençoe .
Obrigado Pierre pelos seus 07 anos.